Inscrições do Sisu 2020 começam na próxima semana

Inscrições do Sisu 2020 começam na próxima semana: Fiquem atentos! Nos próximos dias o MEC – Ministério da Educação dará início ao cronograma do Sisu 2020 – Sistema de Seleção Unificada. As inscrições para o sistema do processo seletivo serão realizadas exclusivamente via internet, sem a cobrança de taxa.

No Sisu 2020, assim como nas edições anteriores, serão abertos dois processos seletivos. O primeiro deles, será do dia 21 a 24 de janeiro, uma vez que, distribuirá vagas para o primeiro semestre letivo das instituições. Contudo, já o segundo processo não teve o cronograma divulgado, com isso, as inscrições deverão ocorrer no fim de maio. Será destinado ao preenchimento de vagas para o segundo semestre letivo das universidades e institutos federais participantes.

Como fazer a inscrição para o Sisu 2020?

Como e onde se inscrever no primeiro semestre do Sisu 2020De acordo com o calendário do Sisu 2020, veja todos os prazos:

  • Período de inscrições – 21/01 a 24/01
  • Resultado da chamada regular – 28/01
  • Prazo para participar da Lista de Espera – 29/01 a 04/02
  • Matricula para estudantes selecionado na chamada regular: 29/01 a 04/02
  • Convocação dos candidatos em lista de espera a partir desta data – 07/02 a 30/04.

O Inep – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira irá divulgar o resultado individual do Enem 2019 – Exame Nacional do Ensino Médio no dia 17 de janeiro. A partir daí, serão abertos oficialmente os processos de seleção dos programas educacionais do MEC.

Outros programas educacionais utilizados são Prouni (Programa Universidade para Todos), Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) e, inclusive, o próprio Sisu.

O período de inscrições do Sisu durar quatro dias consecutivos, ou seja, fiquem atentos ao prazo. Desta maneira, os estudantes terão até às 23h59min do dia 24 de janeiro, uma sexta-feira, para se inscrever.

As inscrições para o Sisu 2020 serão realizadas no site http://sisu.mec.gov.br/, que irá operar conforme o horário oficial de Brasília/DF. Para se inscrever, será necessário ter em mãos o número de inscrição e senha do Enem 2019.

Quantos cursos poderá informar? Quais vagas possuem o Sisu 2020?

Quando começam as inscrições SisuNo decorrer das inscrições do Sisu 2020 os estudantes poderão informar até duas opções de cursos. As pesquisas de vagas poderão ser feitas por cursos, instituições ou município.

Ao identificar o curso, decerto identificará a nota de corte do Sisu 2020. Para quem não sabe, nota de corte é a pontuação mínima para estar entre os selecionados.

A única exigência do Sisu 2020 é participação no Enem 2019 com pontuação superior a zero na redação. Contudo, algumas instituições e cursos estão autorizado a fazer exigências referentes a pontuações.

Além do curso o estudante terá que informar qual modalidade se identifica:

  • Lei de Cotas:
    • Ter uma renda familiar mensal bruta por integrante familiar de no máximo um salário mínimo e meio;
    • Ter estudado em escola pública durante o ensino médio;
    • De acordo a última edição do censo realizado pelo IBGE ter se autodeclaro negro, pardo ou indígena
  • Ampla concorrência: Tenha participação no Enem 2019 com nota superior a zero;
  • Políticas de ações afirmavas: São vagas eventualmente adotadas pela instituição no Termo de Adesão ao Sisu;

Como visualizar o resultado do Sisu 2020?

Sisu 2020 - Sistema de Seleção UnificadaConforme o calendário, o resultado do Sisu 2020 será divulgado em única chamada regular, que ocorrerá no dia 28 de janeiro, na terça-feira seguinte ao término das inscrições. A resultado poderá ser visto no boletim do candidato, instituições participantes ou pelo portal do MEC através do 0800 616161.

Os candidatos selecionados terão que realizar a matrícula nos dias 29 de janeiro de 2020 a 4 de fevereiro de 2020. Desse modo, é importante que entre em contato com a instituição na qual foi selecionado para se informar os dias, horários e locais de atendimentos definidos. 

Quem não for selecionado para o curso de primeira opção, terá a chance de manifestar interesse em participar da lista de espera do Sisu 2020. Desse modo, basta acessar o boletim do candidato e confirmar interesse em participar da lista. A lista de espera será acessível inclusive aos estudantes que forem aprovados e matriculados nos cursos de segunda opção.

Antes de mais nada, vale lembrar que é de responsabilidade do estudante participante da lista de espera o acompanhamento das chamadas. Caso seja selecionado e eventualmente não comparecer no prazo estabelecido, o mesmo terá a vaga perdida. Como já foi informado, o prazo de chamada da lista de espera é de 07/02 a 30/04.

Fiquem atentos a todas notícias através da página do Facebook Sisu 2020 ou pelo Instagram Guia do Enem. Desde já, desejamos boa sorte a todos!

Calendário do Sisu 2020

Neste artigo vamos apresentar o passo a passo do calendário do Sisu 2020, além disso, vamos ensinar como se inscrever. Estamos caminhando para mais uma edição do Sistema de Seleção Unificada, onde certamente é a principal porta de entrada para o ensino superior em uma instituição pública.

Antes das inscrições, o Sisu 2020 disponibiliza uma lista com as instituições, cursos e turno disponíveis. Antes de mais nada, o estudante precisa ter participação no Exame Nacional do Ensino Médio referente a edição 2019.

Passo a Passo do Calendário do Sisu 2020

Quando começam as inscrições Sisu

Primeiramente é apresentado o número de vagas, instituições e cursos disponíveis. Além disso, será divulgado o edital, na qual certamente terá todas as exigências e o calendário do Sisu 2020.

Para consultar as vagas do Sisu 2020, os estudantes precisam acessar a página oficial do programa, no portal do MEC, disponível no endereço http://sisu.mec.gov.br/.

No site, basta clicar na opção “Pesquisar vagas”, disponível em um link na cor laranja na parte superior esquerda da página. São disponibilizados diferentes métodos de pesquisa. Certamente a consulta poderá ser feita por curso, instituição ou município.

O edital do Sisu 2020 deverá ser divulgado no mês de dezembro, pois as inscrições ocorrerão em janeiro. Além da participação no Enem 2019 o estudante precisa ter nota superior a zero na redação.

O próximo passo será abrir as inscrições do Sisu 2020, na qual ensinaremos o passo a passo a seguir. O cadastro é totalmente gratuito.

Um dia após o encerramento das inscrições o Ministério da Educação – MEC irá divulgar o resultado do Sisu 2020. Por fim, após o resultado estará aberta o período de confirmação na lista de espera.

Esta lista de espera é para estudantes não selecionados ou convocado apenas na segunda opção. A lista será disponibilizada para as instituições para que façam o preenchimento de vagas não ocupadas.

Como fazer a inscrição do Sisu 2020

Sisu 2020 - Sistema de Seleção Unificada

Para se inscrever, o participante precisa acessar a página oficial do Sisu 2020, no portal do MEC. Antes de mais nada, é preciso informar o número de inscrição do Enem 2019 e senha.

Os estudantes que não se lembrarem poderão recuperar a senha do Enem 2019 na própria página de inscrição do Sisu 2020, clicando em um link de apoio que ficará disponível próximo aos campos que devem ser preenchidos.

Para participar da seleção, os estudantes precisam cumprir com dois requisitos do Sisu 2020. O primeiro deles é ter concluído o ensino médio, seja em escola da rede pública ou da rede particular.

A segunda exigência é alcançar nota superior a zero na redação do Enem 2019. Quem for avaliado com nota mínima no Exame, deverá refazer as provas no fim do ano para se inscrever nos processos de seleção do Sisu em 2019.

Certamente as pontuações de edições anteriores ao Enem 2019 não serão aceitas. Algumas instituições de ensino superior ainda terão o direito de exigir uma nota mínima dos participantes, tanto na média geral, quanto em alguma área de conhecimento específica. Em situações do tipo, as informações serão passadas no próprio sistema de inscrição.

No ato da inscrição, os estudantes terão o direito de escolher até dois cursos diferentes, em ordem de preferência, indicando a modalidade de concorrência em cada um deles. Além da ampla concorrência, algumas instituições contam com políticas de ações afirmativas e o programa ainda disponibiliza a Lei de Cotas, que reserva vagas a estudantes oriundos de escolas públicas.

Durante todo o período de inscrição, diariamente, o sistema fará a atualização das notas de corte do Sisu 2020. Tais notas serão as mínimas exigidas naquele momento para conseguir uma vaga em determinado curso. Elas, além de aumentarem, também podem diminuir, mesmo que raramente, no decorrer das inscrições.

Até o encerramento das inscrições, os estudantes poderão mudar as opções de curso quantas vezes acharem conveniente, prevalecendo sempre as últimas escolhas.

Gostaram do que leu? Não esqueça de avaliar através das estrelinhas abaixo, desde já obrigado.